First International Conference of Young Urban Researchers (FICYUrb)
    Home > Papers > Renata Gonçalves
Renata Gonçalves

As cidades e as festas – as marchas populares e os desfiles das escolas de samba

Renata Gonçalves
Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia / Ins

     Full text: Paper removed by author
     Last modified: May 18, 2007
     Presentation date: 06/12/2007 4:30 PM in ISCTE-II B201
     (View Schedule)

Abstract
Criticando-se a visão estereotipada de uma totalidade sócio-espacial e, portanto, desmistificando uma suposta “uniformidade urbana”, propõe-se tratar a noção de “cidade” a partir de um contexto de interação privilegiado – a “festa”. Tendo como enquadramento duas festas representativas de contextos urbanos: o carnaval das escolas de samba no Rio de Janeiro e as festas dos santos populares em Lisboa, a intenção não é compará-las entre si, visto que têm particularidades importantes, se inserem em contexto sócio históricos distintos e atingem proporções sociais específicas. O desfile das escolas de samba e o das marchas populares foram os dois eventos escolhidos, pois caracterizam-se por articularem redes de convivialidade complexas, cujo contexto interacional diverso têm os grupos de “bairros” ou “comunidades” como núcleos. Nesses dois casos exemplares, interações se realizam em torno da festa durante todo o ano e em vários níveis, atingindo sua dimensão pública e espetacular mais evidente com a realização do desfile/marcha. Tais eventos encontram, cada um dentro de um ciclo festivo determinado, procedimentos marcados, regulamentados, de caráter competitivo, de apropriação/significação de identidades. Apesar de proporem ritualmente determinadas sínteses, tais como as representações de bairros nas marchas ou o desenvolvimento de enredos das escolas nos desfiles, ambas não estão totalmente subordinadas à suposta rigidez do modelo da festa. Demonstrar-se-á que o modelo contemporâneo desses dois eventos realizados em um espaço público determinado – a Av. da Liberdade e o sambódromo – estabelece uma relação dinâmica e criativa entre música, dança e cortejo/desfile como formas alternativas privilegiadas de apropriação das ruas, sociabilidades e formulando identidades no contexto urbano.

Research
Support Tool
  For this 
refereed conference paper
Capture Cite
View Metadata
Printer Friendly
Context
Author Bio
Define Terms
Related Sites
Pay-Per-View
Social Sci Data
Social Theory
Online Forums
Legal Materials
Gov Policies
Media Reports
Action
Email Author
Email Others
Add to Portfolio



    Learn more
    about this
    publishing
    project...


Public Knowledge

 
Open Access Research
home | overview | program | call for papers | submission
papers | registration | organization | schedule | links
  Top